A perspectiva de um cenário econômico mais estável, somado ao ciclo de renovação de frotas, vem contribuindo para o aumento de importação de aeronaves, após a queda de demanda de 30% registrada nos últimos dois anos no Brasil.

Atenta a este reaquecimento do setor, a empresa Cisa Trading, uma das maiores importadoras do Brasil, mostra seu portfólio de serviços para importação de aviões e helicópteros na próxima edição da Latin American Business Aviation Conference & Exhbition, maior feira de aviação executiva da América Latina, que acontece entre os dias 13 e 15 de agosto, no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A empresa afirma que a retomada do setor está apoiada principalmente, no aumento da importação de aeronaves de pequeno e médio portes, um movimento diferente dos últimos dois anos, quando o mercado esteve focado em aeronaves de grande porte.

A aviação executiva importou 50 aeronaves em 2018 e neste ano, a expectativa é que o número seja duas vezes maior, já que no primeiro semestre deste ano houve um crescimento significativo no número de aeronaves que entraram no Brasil em comparação ao segundo semestre do ano passado. O setor está atento às medidas econômicas em curso no País e que poderão ajudar a destravar um grande volume de investimentos.

Com mais de dez anos de atuação neste setor, o portfólio de serviços para importação de aviões e helicópteros da Cisa Trading engloba todas as etapas do processo, como financiamentos, pagamento de impostos, desembaraço junto à Receita Federal, nacionalização do produto, translado da aeronave, entre outros.

Fonte: Flap Internacional 18/07/2019

  : aviacao-executiva, aviacao-geral, brasil, internacional