A fabricante canadense Bombardier anunciou que um cliente não divulgado adquiriu cinco aeronaves executivas Learjet 75, em transação avaliada em aproximadamente US$ 69 milhões.

O anúncio segue a conquista histórica da frota do tipo que ultrapassou recentemente a marca de 25 milhões de horas de voo, acrescentando mais um marco a uma série de pioneirismos do modelo.

O primeiro avião entrou em serviço em 1964, criando a experiência e definindo a indústria de voos privados. A Bombardier continua a investir neste jato com sua atualização aviônica Garmin G5000, que permitirá aos clientes otimizar suas rotas e abrir caminho para futuras melhorias tecnológicas.

A atualização será oferecida como retrofit para aeronaves em serviço. A empresa também anunciou que os operadores de Learjet 75 agora se beneficiam de intervalos maiores entre as principais inspeções recorrentes de motores, que foram estendidas de 3.000 para 3.500 horas. 

Fonte: Flap Internacional 08/05/2019

  : aviacao-executiva, aviacao-geral, internacional